Cuidado, acidente na pista!

Gersica Moraes e Tuanny Ferreira

Assistimos todos os dias aos telejornais, ouvimos nos programas de rádios, lemos nas paginas dos jornais notícias de acidentes de trânsito. Todos nós já perdemos familiares, amigos, conhecidos e ídolos em trágicos acidentes automobilísticos.

Em 2010, foram registrados 182.900 acidentes em todo país, dos quais 7.073 com mortos e 62.067 feridos, e o mês de dezembro foi o período com maior incidência, totalizando 18.888 acidentes com 725 vítimas fatais nas vias brasileiras.

Clique aqui para conferir as listas com os índices detalhados de acidentes em todo Brasil.

Segundo o Manual para o Futuro Motorista, da Editora Condutran, 90% dos acidentes ocorrem devido a falha humana, 6% pelas condições das vias e 4% por falhas mecânicas. Dentre as principais causas dos acidentes, destacam-se:

  1. Atos inseguros: relacionado diretamente com o condutor que desrespeita as normas de segurança;
  2. Negligência: definida como descaso, displicência ou desleixo;
  3. Imprudência: quando o condutor expõe a si próprio e as demais pessoas a riscos desnecessários;
  4. Imperícia: é a falta de habilidade, causada pela má-formação do condutor;
  5. Condições inseguras: refere-se ás condições perigosas do ambiente, como chuva, neblina, pista escorregadia, lombadas, buracos na pista, sinalização precária.

As estatísticas assustam, porém não param por aí. Dados confirmam que os acidentes de trânsito se configuram no segundo maior problema de saúde pública do Brasil e que o trânsito é o terceiro causador de mortes no país, ficando atrás apenas das doenças do coração e do câncer. Segundo dados fornecidos pelo DETRAN, anualmente, mais de 30 mil pessoas morrem, ou seja, são mais de 80 pessoas por dia ou então uma pessoa a cada 18 minutos.

Nosso Vídeo:

O seguro DPVAT

Quando o acidente é um fato, além dos seguros particulares, existe para todos os brasileiros, direito previsto em lei, o Seguro DPVAT. O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre – criado pela Lei n°6.194/74 – tem como finalidade indenizar vítimas de acidentes causados por veículos automotores que circulam por terra. É a única modalidade de seguro que cobre toda população brasileira, indeniza acidentes ocorridos em qualquer ponto do país. As indenizações são pagas individualmente, não importando quantas vítimas estejam envolvidas no mesmo acidente. Mas muita gente não tem conhecimento deste seguro. Então, se ligue nessa dica:

Seguro Obrigatório – DPVAT. Cobertura do seguro:

  • Morte: a indenização é recebida por um ou mais beneficiários, dependendo da quantidade de familiares qualificados para o recebimento. R$13.500,00
  • Invalidez (total, parcial, permanente): a indenização é recebida pela vítima. Até R$13.500,00
  • Despesas de Assistência Médica e Suplementares (DAMS): a indenização é recebida por quem efetuou as despesas, seja a própria vítima, outra pessoa ou empresa. Até R$2.700,00.

Prazo para o recebimento da indenização, o pagamento é efetuado no prazo de 30 dias, após a regularização da documentação apresentada à seguradora.

Para mais informações acesse os sites:

Todos os anos, centenas de milhares de acidentes acontecem e, infelizmente, a realidade do trânsito brasileiro ainda precisa ser revista e readequada. Felizmente, existem pessoas que já pensam no agora e também no futuro.

Quer saber como?! Siga em frente e veja como a mobilidade se modifica com o uso de transportes alternativos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: