O que você sabia sobre a saúde?

Image

Imagem retirada do site do Ministério da Saúde

Marcelo Nahime Jr.

Você sabia?

Para finalizar nossa pesquisa sobre a situação da saúde no Brasil, nossa equipe buscou elaborar um “você sabia” sobre a saúde tanto no município de Mariana (nosso principal local de estudo), quanto em campos de análise mais amplos como o país todo.

Esta iniciativa visa a abrir os olhos da população frente a tudo o que se passa entre o Governo Federal e os gestores que administram o dinheiro público em suas cidades. Não se trata só de dinheiro, mas sim de caridade, de percepção de que quando falamos de saúde, falamos de seres humanos.

Nosso levantamento quer mostrar a vocês qual a condição do sistema de saúde pública em Mariana, Minas Gerais, e como esse mesmo sistema se cascateia desde o Palácio do Planalto até outras regiões do Brasil.

Caro mariananense,

  • Você sabia que em 2012 o Governo Federal investiu R$ 4.552.792,00 em Assistência Social no município em que você mora? O que comprova esse dado é o site da Transparência Pública do Governo Federal. Os investimentos aumentaram de janeiro até novembro, período de injeção de verba pública, para que os governantes locais pudessem aprimorar questões de âmbito assistencial. Dentre eles, a saúde!

Pois é, em Mariana, o usuário do SUS que precisa de um atendimento, deve comparecer à Previne. Nós já mencionamos em nossas matérias que a Policlínica Municipal de Mariana está interditada. Fomos averiguar com mais afinco e descobrimos que não há previsão para que o estabelecimento volte a funcionar e que a desativação das dependências do hospital existe desde o dia 11 de janeiro de 2013. Desde então o prédio da Previne passou a sediar os atendimentos dos usuários do SUS Mariana. Mas será que a Previne consegue suportar todos os usuários? Como prova da má qualidade do sistema de saúde público em Mariana, a própria Secretaria de Saúde se manifesta em sua página na internet, afirmando que espera soluções por parte do poder público municipal.

Mariana possui um sistema de saneamento básico eficiente para atender a todos os moradores?

Em nossa grande reportagem, dizemos que estudos em Universidade conceituadas no país apontam a falta de saneamento básico como fator responsável pelo insucesso da saúde nos municípios. Onde não há saneamento básico, não há o mínimo de condições para a manutenção da saúde. Não há dignidade! Partindo do pressuposto da improvável existência de um sistema de saneamento básico em Mariana, vemos a precariedade da água disponível no município, que acarreta aos moradores inúmeras doenças.

Você sabia que um documento elaborado pelo Ministério da Saúde chamado Programa de Apoio ao Controle da Qualidade da Água para Consumo Humano – PNCQA?

A você!

Nossa intenção não é a de denunciar as precariedades de um sistema, mas sim, dar ênfase a tudo o que falta para ser disponibilizado à população em termos de saúde. O homem que não recebe a assistência devida no campo da saúde, dificilmente consegue sobreviver e entrar para o número de pessoas que aumentam anualmente o índice de expectativa de vida no país. Ou seja, sem saúde qualificada, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de um país não é grande, não é exemplar.

De Mariana, em Minas Gerais, para todo o Brasil averiguamos informações, levantamos dados, ouvimos o poder público, os profissionais da saúde e a população. Tudo isso sem deixar de mencionar absolutamente nada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: