Sem um, o outro não tem sucesso

Marcelo Nahime Jr e Luma Saboia

Não há saúde de qualidade se não houver um sistema de saneamento básico ideal, em funcionamento! Iniciamos nossa procura por informações sobre a saúde pública esta semana com essa frase, que mexe com os ânimos daqueles que são responsáveis por um sistema de saúde digno de ser utilizado pela população. Falar de saúde no Brasil é um desafio e falar de saneamento básico pode render teses e mais teses de estudos.

Foi esse caminho que um grupo de estudantes da Universidade de Blumenau, a FURB (SC), decidiu seguir para falar sobre o saneamento básico e a importância da aplicação desse trabalho para a sobrevivência do homem. Alunos do curso de Sistemas de Informação e Computação se uniram e criaram, junto à Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários da FURB, o Sistema de Informação Aplicada à Saúde (SIAS).

Um dos levantamentos feito pelo grupo de estudos comenta a importância do Saneamento Básico em um município, e relata que:

O saneamento básico constitui um dos mais importantes meios de prevenção de doenças, dentre todas as atividades de saúde pública. Inclui várias definições, sendo que devemos sempre levar em consideração aquela fixada pela OMS (Organização Mundial de Saúde), segundo a qual “saneamento é o controle de todos os fatores do meio físico do homem que exercem ou podem exercer efeito deletério sobre o seu bem-estar físico, mental ou social”. Seu objetivo maior é a promoção da saúde do homem, pois muitas doenças podem proliferar devido à carência de medidas de saneamento. Alguns fatores predisponentes a essa proliferação das doenças, os quais podemos citar, são: ambiente poluído, inadequado destino do lixo, não disponibilidade de água de boa qualidade, e má deposição de dejetos. Como conseqüências, temos, por exemplo, mortes de crianças com menos de um ano de idade por diarréia (cerca de 30%), casos de internação em pediatria devido à falta de saneamento (60%), além de casos de esquistossomose, que no Brasil chegam a 5,5 milhões.

Em Mariana, nas montanhas gerais..

… Nossa equipe foi em busca de um médico que pudesse contar qual é o quadro, na opinião dele, da saúde pública na cidade. O Dr. Francisco Mourão, em uma entrevista breve e curiosa, falou sobre a situação do sistema de saúde pública, apesar de ser um médico do corpo de profissionais da CONCEL, uma clínica particular do município.

Para ele, a saúde em Mariana (MG) está entre uma das melhores do país. Dr. Francisco também comenta que, na cidade, há um número de médicos suficiente para conceder atendimento para qualquer cidadão, seja ele portador ou não de um plano de saúde.

Confira a entrevista abaixo, e claro, não deixe de opinar:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: