Profissões extintas: casa de ferreiro

Flávia Silva

O ferreiro é uma profissão que surgiu quando o homem aprendeu a manipular e moldar o metal, por volta de 2000 a.C. e sofreu seu grande declive depois da Revolução Industrial, pois as fábricas metalúrgicas foram fazendo os produtos em escalas muito maiores, o que fez com que esta profissão quase se extinguisse.

Hoje, ainda encontramos ferreiros, com bem menos frequência e com um ofício muito modificado. É o exemplo de José Geraldo dos Santos, que trabalha nessa área desde seus 14 anos. Segundo ele, quando começou na década de 60, no pequeno distrito de Venda Nova, município de Diogo de Vasconcelos, eles faziam peças para os engenhos de açúcar da região e ferraduras, além de consertar “tudo que fosse de ferro”.

Naquela época, as pessoas não tinham o costume de ir aos centros urbanos fazer suas compras como hoje. Assim, havia muito mais trabalho. Atualmente, a maioria de seus trabalhos são portões, porteiras e grades, além dos consertos desses que quebram ou são corroídos pelo tempo.

Em nossa conversa, em sua garagem, onde trabalha cheio de peças muitas vezes não identificáveis – seja pelos tamanhos variados ou, até mesmo, porque estão aparentemente ou, de fato, quebradas -, ele diz que, para trabalhar como ferreiro, basta ter força e muita habilidade. Ele mesmo não tem mais que o ensino fundamental e tudo que sabe foi ensinado por seu tio, que também não fez nenhum curso profissionalizante, mas mesmo assim soube passar toda a técnica para o sobrinho.

Atualmente, há cursos técnicos e superiores nessa área. Entretanto, a profissão está em fase de extinção, pois os formados em metalurgia geralmente vão para as grandes indústrias. Os ferreiro de hoje se dividem basicamente em dois tipos: os que aprenderam o ofício há muito tempo e ainda atuam, e aqueles que são mais designers de metal, pois fazem mais peças para enfeites do que utilidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: