O desemprego na visão da Psicologia

Dalília Caetano e Ana Luísa Reis

O desemprego é um dos grandes problemas enfrentados pela sociedade. A falta de trabalho pode ocasionar uma série de dificuldades que desencadeiam graves consequências, pois a falta de emprego é tida, muitas vezes, como o fim de uma fase da vida.

Segundo o psicólogo Leandro Henriques, o trabalho gera uma estabilidade emocional: “O trabalho formal e, principalmente, aquele que apresenta estabilidade, garante ao trabalhador um equilíbrio emocional, por permitir que sua vivência seja mais planejada e, dessa forma, vivida com mais qualidade”.

Quando o indivíduo é surpreendido com uma demissão, é como se estivesse perdido no mundo, uma vez que não sabe como proverá seu sustento. “A falta do dinheiro acarreta em desequilíbrio financeiro e, por sua vez, uma ausência de referência social perante ao outro, que acaba por comprometer a saúde mental do desempregado”, explica Henriques.

O sentimento de desvalorização perante os outros e a dificuldade em participar do contato social podem colaborar para um esvaziamento do sentimento de pertencimento a sociedade. Dessa forma, o desempregado deve ter o apoio dos familiares e pessoas próximas, no sentido de mostrar as habilidades que possui. O governo, por sua vez, deve oferecer oportunidades de capacitação profissional para que o sujeito possa se aperfeiçoar e se desenvolver, tendo, assim, mais oportunidades de trabalho.

Anúncios

Um Comentário

  1. Pingback: Desemprego: outra perspectiva | Antes do fim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: