Inversão de impactos sociais e ambientais

Giuseppe Rindoni

A cidade de Mariana se deteriora, assim como a qualidade de vida da população, quando obedece às ordens econômicas de grandes empresas e políticas de governantes que não consideram as limitações naturais e sociais da região. Entre as consequências, aparecem problemas como insuficiência de moradias e de água potável, alto preço dos alimentos, sobreposição da máquina ao homem no cenário urbano e eliminação de resíduos humanos, seja esgoto ou lixo doméstico.

Assim, procuro por meio de conceitos de sustentabilidade, permacultura e reciclagem, questionar o desenvolvimento da vida marianense explorada e trazer propostas de formas de ocupação humana que gerem impacto positivo no ambiente. A reportagem vai falar sobre as possibilidades de aproveitamento dos recursos locais e resíduos minerários e, na construção e manutenção de habitações com menor custo-benefício. Trataremos também de ações como armazenamento de água de chuvas e de pequenas fontes, tratamento de água e de esgoto e produção consciente de alimentos.

Foto: Reprodução Ecocentro IPEC

Anúncios

Um Comentário

  1. Gosto muito da proposta. Seria interessante usar recursos que possam ilustrar essas técnicas. Pensaria em coisas como: vídeos, fotos e tutoriais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: